quarta-feira, 23 de maio de 2018

Puskas? Jogador abre mão do futebol para doar parte do fígado ao sobrinho


No próximo dia 23 de outubro, a Fifa vai premiar, em Londres, o gol mais bonito de 2016 com o Prêmio Puskás. Entre os candidatos estão verdadeiras “pinturas” de todos os cantos do mundo. Mas para a ABTO –Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, o gol mais bonito do ano não está na lista.

Ele aconteceu fora das 4 linhas em julho deste ano: para salvar a vida do seu sobrinho, o pequeno Milo, o jogador argentino Alejandro Benítez, mais conhecido como Lulo, abriu mão da própria carreira e doou parte do fígado para o garoto, na época com 9 meses.

A notícia foi divulgada pelos principais jornais da Argentina e também alguns veículos do Brasil. Lulo Benítez atuava pelo Central Larroque, que disputa do Torneio Argentino C, e resolveu parar a carreira quando descobriu que era compatível para a doação do órgão ao garoto, que nasceu com uma obstrução dos vasos que transportam bílis do fígado para a vesícula e por isso precisava do transplante.

Para não deixar uma atitude tão inspiradora passar em branco, a ABTO assina o movimento #PUSKASPARALULO pedindo para que jogadores, torcedores, imprensa e influenciadores compartilhem a história do argentino e façam esse golaço chegar até a FIFA. Quem sabe assim, ele não concorre a uma menção no Prêmio Puskas, na maior cerimônia do futebol mundial.

Mais que ganhar ou concorrer ao prêmio, a intenção da campanha é inspirar e chamar a atenção das pessoas a serem doadoras de órgãos. Porque uma coisa é certa: não existe gol mais bonito que salvar vidas.

sábado, 28 de abril de 2018

Crise na vesicula

Dor na vesícula biliar: sintomas mais comuns e característicos
Para saber se as dores que você tem são devido aos cálculos biliares, tenha em mente essas características.

A dor na vesícula biliar varia, aumenta e diminui gradualmente. Essa dor é conhecida como cólica.
A dor pode ser aguda ou intermitente.
Pode durar várias horas.
A dor pode estar localizada na parte superior direita do abdômen.
Pode ser refletido para as costas.
Pode ser confundido com uma dor aguda na boca do estômago.
Não há diferença entre a dor devido à oclusão do ducto ou a obstrução da vesícula biliar.

Remédios e tratamentos para a dor da vesícula biliar
A dor causada pelos cálculos biliares na vesícula biliar pode ser moderada a grave. Para casos em que a dor ainda é moderada, existem vários tratamentos naturais e remédios caseiros que você pode usar para prevenir e acalmar a dor na vesícula biliar.

Plantas medicinais para a vesícula biliar
Se está impedindo a formação de cálculos biliares ou dores calmantes, uma boa opção é sempre usar ervas e plantas com propriedades para estimular a função biliar, reduzir a inflamação e reduzir a cólica. Eles são excelentes remédios para a dor da vesícula biliar.

perguntas e respostas sobre Pedra na Vesícula

Por que isso é acontece ?

Ocorre devido a problemas genéticos, nutrição, obesidade, etc.

Quais são os sintomas?

Dor ou desconforto no abdome superior depois de comer alimentos com gorduras. Muitas vezes é confundido com gastrite ou colite por médicos ou pelo paciente.

Como isso pode ser evitado?

Ter hábitos alimentares saudáveis, manter o peso normal, verificar com os laboratórios e ultrassonografias abdominais avaliados pelo seu médico.

Qual é o tratamento?

 Se pedras forem detectadas na vesícula biliar, a vesícula biliar e as pedras devem ser removidas antes de causar complicações adicionais, como a pancreatite.

Alguma pergunta dos pacientes?

Qual é o tratamento? Cirurgia

São apenas as pedras extraídas? Não é também a vesícula.

Eles podem ser operados por laparoscopia? Sim

Tratamentos alternativos como homeopatia, fitoterapia, etc. funcionam? Não.

Você pode viver sem a bexiga? Sim.

Que tipo de anestesia é usada? Geral

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Posso beber álcool depois da cirurgia de retirar a Vesícula ?

O pós-operatório da cirurgia da retirada da vesícula vai depender do critério específico do seu médico, de como ele vai te orientar neste período. Dr. Morita Kanoro acredita que, a partir do momento em que o paciente está com a dieta liberada, já teve alta do hospital e está comendo normalmente, pode tomar uma taça de vinho e beber um pouco de cerveja.
“Claro que o período de convalescença, em fase de cicatrização, a gente não vai agredir e exigir do nosso corpo ter que digerir um monte de bebida”, explica Dr. Morita Kanoro. Porém, eventualmente e moderadamente, não vejo problema nenhum. É importante destacar que essas atitudes, após a retirada da vesícula, sempre precisam ser discutidas com o seu médico.

segunda-feira, 23 de abril de 2018

AS PEDRAS / CÁLCULOS PODEM SE DISSOLVER TOTALMENTE NO ORGANISMO ?

Os medicamentos ajudam a dissolver a solução dentro da vesícula, no entanto, leva de seis meses a um ano, é caro e nem sempre resolve o caso. Não existe nenhuma solução capaz de dissolver os cálculos. Diante disso a remoção cirúrgica da vesícula, ou colecistectomia, é o tratamento eficaz.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

o ultrasson é o melhor exame para detectar as pedras ?

O exame de ultrassonografia é sem dúvida o exame com maior sensibilidade para detecção de cálculos biliares e quando há dúvidas e também nos casos de microcálculos, e exame indicado é a Ecoendoscopia alta (que nada mais é do que um USG endoscópico). 
Resumindo, se o USG viu pedra, pode confiar! 
Procure um cirurgião do aparelho digestivo para te orientar melhor a respeito e programar a cirurgia, antes que você tenha alguma complicação. 

Tudo sobre o Câncer

O grupo Griffo Blogs anuncia a criação de um novo blog, é o CÂNCER - TRATAMENTO, o blog nasce com muita informação que pretende satisfazer e informar nossos leitores.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

vesícula vitelina ou vitelínica

Assim que o óvulo é fecundado pelo espermatozoide, começa ali de fato, a formação de uma nova vida. Junto com essa nova condição, vários outros órgãos provisórios também começam a se formar e um deles é a vesícula vitelina ou vitelínica.

A vesícula vitelina é crucial para a boa formação do embrião durante as primeiras semanas de gravidez. Mas o que é a vesícula vitelina e o que ela faz? Qual o papel dela na formação do bebê e até quando ela fica disponível?

Como se forma?

Com a fecundação do óvulo e a formação de um novo núcleo de células, o zigoto vai em direção ao útero. No caminho, a multiplicação celular se dá de forma rápida, se dividindo cada vez mais e mais. Ao chegar à cavidade uterina, o maço celular recém-formado, se divide novamente, desta vez em 2 partes.

Uma delas será o bebê, e a outra parte será o suporte que essa nova vida terá durante a gravidez. A segunda parte se fixará no útero, se acomodará e criará uma espécie de raiz para retirar do endométrio, todo sangue necessário para vascularização inicial do bebê.

A implantação é uma fase delicada e pode causar dores fracas e até sangramento à mulher, porém, também é possível que não sinta nada anormal. Quando a implantação acontece, o desenvolvimento acelera. O que será o bebê começa a se formar de forma acelerada, se tornando um tubo neural. Enquanto isso a outra parte se torna uma espécie de balão, a vesícula vitelina.

Vesícula Inflamada

A vesícula quando está inflamada costuma doer ou dói na parte de cima do lado direito do abdômen. Seus sintomas incluem indigestão, enjoo, gases e inchaço abdominal. A vesícula inflamada pode matar se o órgão se romper devido à obstrução e houver infecção generalizada. Suco de limão e o chá de erva-de-são-joão são remédios naturais para tomar e tratar a vesícula inflamada.
tratamento para vesícula inflamada inclui, ainda, mudança na alimentação: exclusão de gorduras nocivas ao organismo e inclusão de alimentos depurativos e ricos em vitamina C. Em alguns casos, o uso de remédios e cirurgia são indicados.

Onde geralmente dói a Vesícula Inflamada?

A dor causada pela vesícula inflamada é sentida na parte superior do lado direito do abdômen que se estende para a parte direita das costas e para o braço direito, já que a vesícula fica localizada no lado direito do corpo, próxima ao fígado.
Essa dor pode surgir em forma de crise intensa que começa de repente e dura alguns minutos até desaparecer e voltar novamente, durando mais de 10 horas. A dor piora ao respirar, principalmente se houver cálculos biliares.
A vesícula inflamada pode provocar os seguintes sintomas:
  • Inchaço abdominal e gases prolongados causados pela má digestão (por 10 dias ou mais);
  • Enjoo e tontura, principalmente algum tempo após se alimentar;
  • Dor e peso abdominal sentidos na parte de cima do lado direito do abdômen que irradia para o lado direito das costas e também para o braço direito;
  • Urina escura e fezes soltas e acinzentadas;
  • Mau hálito por tempo prolongado (mais de 10 dias) e febre;
  • Icterícia: pele e olhos amarelados.

Tratamento para Vesícula Inflamada

O tratamento da vesícula inflamada ou preguiçosa inclui, primeiramente, a mudança na alimentação e nos hábitos. Deve-se eliminar:
  • O consumo de gorduras nocivas ao organismo, como as gorduras trans e saturadas, presentes em frituras, alimentos embutidos, produtos industrializados, carnes gordas e doces;
  • soja, pois causa desequilíbrios hormonais que contribuem diretamente para problemas na vesícula;
  • O consumo de bebidas alcoólicas e o hábito de fumar.

O que Comer para Tratar a Vesícula Inflamada?

Para tratar a vesícula inflamada, deve-se incluir na dieta alimentos depurativos e ricos em vitamina C, como maçã, uva, laranja, limão, acerola, morangos, abacaxi, beterraba, cenoura e pepino, além de:
  • Fibras
Devem ser consumidas para evitar a prisão de ventre (presente em frutas como mamão e ameixa, alimentos e cereais integrais).
  • Suco de limão
Tem efeito depurativo e ajuda na digestão. Todos os dias, ao acordar, tome um copo de suco de limão em jejum, feito com 4 limões e 1 copo de água morna ou em temperatura ambiente.
  • Sal grosso, marinho ou sais de Epsom
Antes de dormir, beba 1 copo de água misturado com 1 colher de chá de sal grosso, sal marinho ou sais de Epsom para diminuir o desconforto causado pela inflamação na vesícula.
  • Mel e cúrcuma
A cúrcuma ajuda a deixar a bile mais solúvel (líquida) na vesícula, enquanto o mel atua com suas propriedades anti-inflamatória, cicatrizante e antisséptica. Misture 1 colher de chá de cúrcuma em 1 colher de sopa de mel e tome uma vez ao dia.
  • Vinagre de maçã
Também pode ajudar porque equilibra o pH estomacal e combate a azia e a má digestão. Beba 50 ml de vinagre de maçã seguido de 240 ml de suco natural de maçã para obter alívio imediato sobre as dores na vesícula.
  • Água
Não se esqueça de beber bastante água (1,5 ou 2 litros por dia). Quando o organismo está hidratado a bile desempenha o seu papel com muito mais eficácia e a digestão é facilitada.

Chás

Os melhores chás que auxiliam no tratamento da inflamação e também combatem as dores na vesícula incluem:
  • Chá de erva-de-são-joão (contraindicado para gestantes e lactantes);
  • Chá de alho (ferva 2 dentes de alho em 200 ml de água, coe e beba);
  • Chá de dente de leão;
  • Chá de quebra-pedra;
  • Chá de alecrim;
  • Chá de camomila e de hortelã: ajudam a dissolver os cálculos biliares menores a longo prazo (até um mês e meio).
Faça os chás de ervas em infusão: primeiro ferva a água, desligue o fogo e adicione 1 ou 2 colheres de sopa da erva. Abafe o recipiente e espere de 5 a 10 minutos para coar e beber.

Compressas para Aliviar as Dores na Vesícula

  • Compressas quentes na região onde a dor está concentrada ajudam a aliviar temporariamente as dores na vesícula – podem ser feitas com chá de camomila e sementes de linhaça;
  • Compressas com óleo de mamona: possuem propriedades anti-inflamatória e analgésica potente. Encharque um pano com o óleo, retire o excesso e coloque sobre o local da dor. Cubra o pano com plástico filme e, acima dele, posicione uma compressa térmica ou pano molhado com água quente para potencializar o seu efeito. Deixe agir por 30 minutos.

Remédios para Vesícula Inflamada

  • Ursodiol pode ser utilizado para dissolver os cálculos biliares, embora esse processo leve muito tempo;
  • Antibióticos são aplicados na veia para prevenir ou combater infecções associadas à inflamação quando o paciente é diagnosticado com colecistite aguda (inflamação na vesícula) no hospital. Remédios para controlar enjoos e dores abdominais (se houver) também podem ser administrados.
Na ausência de maiores complicações, o paciente é liberado para casa para continuar o tratamento de acordo com a orientação médica. Para os cálculos maiores, a cirurgia é recomendada no período em que não há inflamação para não expor o paciente a maiores riscos.

Vesícula Inflamada Pode Matar?

Talvez. Se a inflamação da vesícula biliar é causada por cálculos biliares que obstruem completamente a saída da bile do órgão, a vesícula pode romper e expor o paciente a risco de morte por infecção generalizada.

Por que a Vesícula Inflama?

A principal causa para a vesícula inflamada é a presença de cálculos biliares (chamados popularmente de pedras na vesícula) que impedem a saída da bile para fora do órgão.
Essa inflamação, chamada de colecistite aguda, pode ou não estar associada à infecção bacteriana.

VESÍCULA SEMINAL

As vesículas seminais são duas bolsas membranosas lobuladas, colocadas entre o fundo da bexiga e o reto, obliquamente acima da próstata, que elaboram um líquido para ser adicionado na secreção dos testículos. Tem cerca de 7,5 cm de comprimento. A face ventral está em contato com o fundo da bexiga, estendendo-se do ureter à base da próstata.

As vesículas seminais secretam um líquido que contém frutose (açúcar monossacarídeo), prostaglandinas e proteínas de coagulação (vitamina C). A natureza alcalina do líquido ajuda a neutralizar o ambiente ácido da uretra masculina e trato genital feminino, que, de outra maneira, tornaria inativos e mataria os espermatozoides. O líquido secretado pelas vesículas seminais normalmente constitui 60% do volume de sêmen.